quinta-feira, 28 de junho de 2012

Finalmente, uma estátua pra quem merece.

Está no Broa! Fizeram uma justa homenagem aos vultos eminentes da aviação. CEL. Braga foi um incrível acrobata de T-6. Entrou para a Força Aérea Brasileira em 1950 na Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) de Barbacena (Minas Gerais). Em 1952, ingressou na Escola de Aeronáutica no Campo dos Afonsos. Prestou serviço como instrutor de vôo em aeronaves PT-19 e T-6. Nessa época já existia a Esquadrilha da Fumaça, criada em 1952, utilizando justamente os aviões americanos T-6. Em 1959, aceitou convite da Esquadrilha e entrou para seus quadros. Em 1960, o então tenente Braga foi chamado para ser líder da Esquadrilha, que só foi oficializada em 1963, quando já fazia grande sucesso no país. Como agradecimento a seus serviços na Esquadrilha, em 1977 o Cel. Braga foi presenteado com o T-6 PT-TRB — carinhosamente chamado de "Meu Te-Meinha", com o qual continuou a fazer acrobacias em shows aéreos. Após prestar serviços administrativos no DAC, Braga passou a atuar na diretoria do Museu Aeroespacial da FAB. O Museu Aeroespacial tem em seu acervo a aeronave de matrícula FAB 1559, voada pelo Coronel Antônio Arthur Braga, recordista mundial de horas de vôo em aviões T-6 e comandante da Esquadrilha da Fumaça. O PT-TRB encontra-se em exposição no Hangar do Esquadrão de Demonstração Aérea (Esquadrilha da Fumaça), Academia da Força Aérea, em Pirassununga, Estado de São Paulo.

Nenhum comentário: